a experiência humana só terá sentido se algo para lá do humano vier em nossa ajuda, em nosso socorro. o nosso drama é que a única coisa que desse género ou natureza parece poder vir é a morte, a nossa própria morte.

2 de dezembro de 2005

Gero Arte

Vão-se embora por favor.
Voltem daqui a três semanas, um mês. Tempo para arrumar a casa, fazer algumas, duas ou três perguntas essenciais.

Uma das perguntas que eu quero fazer é sobre a arte, a criação artística. O lugar que elas ocupam na minha vida. Nas nossas vidas.

Quando faço esta pergunta vejo um enorme silêncio plantado no meio de um espaço de onde emergem mil e um ícones, mensagens. Já foi mais dificil perceber o mundo, já foi bem mais apaixonante.

Parece que tudo, o universo inteiro cabe numa desculpa. O homem é a desculpa de deus e deus deve desculpar-se com a criatura.

Isto é batota.

Devemos fazer uma frente contra a forma como perdemos a vez. A nossa vez. Ainda não sei o que isto quer dizer.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue